domingo, 17 de maio de 2015

Sightmaps: Detectar os lugares mais populares diretamente no mapa

Visualize as áreas mais populares através do Mapa
Sessão: News





Um dos pontos mais interessantes da utilização de certos serviços web e comunidades online é a capacidade para produzir um volume de informação que pode ser reutilizado para outros projetos. Neste caso, temos Sightsmap (http://www.sightsmap.com), para detectar, principalmente depois das fotos do Panoramio, quais são os sites mais populares em todo o mundo que você pode adicionar os dados do Foursquare e Google, entre outras fontes.


Embora geralmente não é surpreendente ver que áreas são populares no mundo inteiro, mas é interessante para aumentar o zoom sobre as cidades, e identificar as áreas que têm geralmente mais fotos, claro, locais turísticos. Na verdade, se você chegar perto o suficiente para certas áreas urbanas, não só será capaz de ver com mais detalhes a maioria dos populares, também têm um rápido olhar para as fotos que foram publicadas nesses sites.


Um lugar útil para selecionar cada um pode gerar um link que leva você para o lugar exato no mapa. Um ponto interessante para aqueles que querem compartilhar dados em redes sociais e blogs.

Fonte: http://blogdeviajes.com.ar/

sábado, 16 de maio de 2015

México - Teotihuacán

Maior sítio arqueológico da Mesoamérica



Sessão: Amigos
Posted by Priscila Koschek


Em minha opinião, a melhor parte da viagem! Teotihuacán é o maior sítio arqueológico da Mesoamérica e foi um importante centro comercial e cultural da região. Foi considerada patrimônio da humanidade pela UNESCO em 1987.

Teotihuacán fica a 40 minutos da cidade do México. Para chegar lá, peguei o metrô até a estação Autobuses Del Norte, de onde partem ônibus para o local. Existem opções de ônibus turísticos com visita guiada para lá. 

A Pirâmide da Lua vista do alto da Pirâmide do Sol

A área conta com um museu e um imenso campo para ser explorado. O local é cheio de ambulantes que vendem artigos de prata, pirâmides, tapetes  e outras  lembrancinhas. É aconselhável ir com roupas leves e protetor solar, pois o sol e altitude castigam!!!!!

A “Cidade dos Deuses” tem quase 25 km2 e as construções que se destacam são as pirâmides do Sol e da Lua. Além disso, podem ser vistos a avenida dos mortos, o palácio de Quetzalpapalotl, ruínas de templos e residências e a vegetação local, com muitos cactos. A pirâmide do Sol é a terceira maior do mundo. As pirâmides são majestosas e a vista do alto da pirâmide do Sol é impressionante, além de tirar o fôlego. Na pirâmide da Lua, pesquisadores encontraram vítimas de sacrifício humano e oferendas.  


A Pirâmide do Sol e parte da Avenida dos Mortos

A origem do povo que construiu o local e os motivos do seu abandono ainda não são claros. Foram chamados de teotihuacanos pelos astecas. A cidade foi fundada por volta de 200 a.C. e abandonada por volta de 700_800 d.C, talvez pelo esgotamento de recursos, superpopulação, epidemias, ataques nômades e há indícios de um grande incêndio.

http://www.inah.gob.mx/paseos/sitioteotihuacan/
http://www.circuitopiramides.com.mx/




E aqui termina nosso tour pelo México. Pri, muitííííssimo obrigada pelas redações!!!! Curte aí galera!!!!! Até a próxima!!!!



Priscila Koschek
31 anos
Microbiologista
Rio de Janeiro







sexta-feira, 15 de maio de 2015

México - Chapultepec

Um Passeio em Família


Sessão: Amigos
Posted by Priscila Koschek

Em Chapultepec, também fica o Museu Nacional de Antropologia. Famoso internacionalmente por expor uma belíssima e extensa coleção da cultura e arte mexicana pré-hispânica.  Algumas horas são necessárias para visitar todos os salões e conhecer um pouco de regiões e povos importantes (tribos nômadas, olmecas, maias, zapotecas, toltecas, teotihuacanos e mexicas ou astecas).
http://www.mna.inah.gob.mx/


Museu Nacional de Antropologia

dice Vindobonensis

O Códice Vindobonensis ilustra a origem mitológica dos homens e deuses.

As Trajineras coloridas de Xochimilco

Os jardins flutuantes de Xochimilco são visitados não só por turistas, mas também pelas famílias mexicanas, que desfrutam de um passeio pelos canais a bordo dos barcos coloridos. As embarcações podem levar comidas típicas, bebidas, vendedores de flores e artesanato e até mariachis, garantindo a diversão. Esse sistema de canais foi desenvolvido pelos astecas e, ainda hoje, fornece flores e verduras para cidade.


Jardim
Ao longo do canal podem ser vistos jardins, estufas e viveiros.





E aí gostaram?! Então Curte nosso Blog e Compartilhe com seus amigos!!! O Blog agradece!!!



Priscila Koschek
31 anos
Microbiologista
Rio de Janeiro









quinta-feira, 14 de maio de 2015

México - Paseo de la Reforma

Muita coisa para mostrar

Sessão: Amigos
Posted by Priscila Koschek


O Paseo de la Reforma é uma das principais avenidas  da cidade do México. Ao longo desta avenida, encontram-se o monumento à independência, a fonte da Diana Caçadora, O Cavalinho e outros monumentos, além de museus, cafés, restaurantes e um amplo comércio


É indispensável uma parada no Templo Mayor! O local foi um importante templo cerimonial do império asteca, construído nos séculos 14 e 15, no local onde, segundo a lenda, foi vista uma águia comendo uma serpente em cima de um cacto. O trio está representado na bandeira do país. 

Coyolxauhqui - a deusa lunar asteca

O templo era dedicado a dois deuses, Huitzilopochtli, deus da guerra e Tlaloc, deus da chuva e da agricultura. Hoje, podem-se ver as ruínas do templo da cidade Tenochtitlán, destruída pelos espanhóis após a invasão. No museu do Templo Mayor podem ser vistos artefatos encontrados durante as escavações das ruínas.

http://www.templomayor.inah.gob.mx/


Serpente na entrada de uma escadaria do templo

A Praça Garibaldi é o local tradicional de concentração dos Mariachis. Eles começam a tocar no final da tarde e a praça fica cheia. Lá fica o museu da tequila e do mezcal, o MUTEM Garibaldi.
http://mutemgaribaldi.mx/home.htm


Mariachis na Praça Garibaldi 


O bosque de Chapultepec (morro do Gafanhoto), localizado num dos extremos do Paseo de la Reforma, é um lugar muito agradável para se passar o dia e conhecer os lagos, a área verde, trilhas para  caminhada, o zoológico, os museus e até  um castelo. Acho que deu para perceber a grandiosidade do parque, que possui 686 hectares.

Bosque de Chapultepec

O Castelo de Chapultepec fica no topo do bosque, de onde se tem uma bela vista da cidade. Foi residência dos antigos dirigentes mexicanos até 1939. Atualmente, o castelo é sede do museu de história nacional. 

Castelo de Chapultepec




Gostaram?! Então Curte e Compartilhe com seus amigos!!! O Blog agradece!!!



Priscila Koschek
31 anos
Microbiologista
Rio de Janeiro









quarta-feira, 13 de maio de 2015

México - Cidade do México

Acervo Histórico da Cultura Pré-hispânica

Sessão: Amigos
Posted by Priscila Koschek


A bandeira do México e ao fundo a Catedral Metropolitana



Para quem pensa em visitar o país, passe alguns dias na cidade do México antes de ir para as praias caribenhas, que geralmente é o destino mais procurado.  A cidade oferece um grande acervo histórico da cultura pré-hispânica, o que acho fascinante. Visitar os museus, sítios arqueológicos e apreciar os prédios antigos valem à pena. Além disso, pode-se desfrutar das comidas e bebidas típicas, passear pelos mercados populares e conhecer a cultura mexicana.

Para saber um pouco mais sobre o país e sua capital:
http://www.visitmexico.com

Alguns sites que podem ajudar com o transporte:

No centro histórico encontram-se a Praça da Constituição (Zócalo), o Palácio Nacional, a Catedral Metropolitana, o Palácio de Belas Artes, entre outras atrações.


O interior da Catedral que mistura diferentes estilos arquitetônicos.


Da torre Latino-Americana pode-se ter uma linda vista da cidade.
 http://www.torrelatino.com/  


Palácio de Belas Artes



Gostaram?! Então Curte aqui embaixo e Compartilhe com seus amigos. O Blog agradece!!!!




Priscila Koschek
31 anos
Microbiologista
Rio de Janeiro 





quarta-feira, 6 de maio de 2015

Turquia - Parte IV

Sessão: Amigos
Posted by Alice Fernandes 


Um Sonho!


Leitores,

Hoje vamos finalizar nosso Post sobre a Turquia. Deliciem-se!



Palácio de Dolmabahçe


Palácio de Topkapı, costruído pelo sultão Mehmet II em 1465 e residência dos sultões e sede do poder otomano por mais de quatro séculos. 



Palácio de Dolmabahçe


Palácio de Dolmabahçe - foi o primeiro palácio de estilo europeu em Istambul e foi construído à beira do Bósforo por ordem do sultão Abdülmecid I entre 1842 e 1853, com um custo de cinco milhões de libras de ouro otomanas, equivalentes a 35 toneladas de ouro. Catorze toneladas de ouro foram usadas para ornamentar os tetos do palácio. Visitar o Harém do Palácio é também muito interessante;





GRAN BAZAR – É o maior mercado da cidade, com aproximadamente 4.000 lojas onde se vende de tudo, desde sapatos de segunda mão até joias com diamantes. Nos tempos bizantinos já era um ativo Centro Comercial. Mehmet, o Conquistador, mandou construir o atual bazar no século XV.




Mercado Egípcio, conhecido pelos estrangeiros como Bazar das Especiarias por ter sido especializado no comércio de temperos e ervas medicinais. Lá encontramos todos os tipos de doces, chás, ervas e utensílios culinários.



Bem, eu gostaria de continuar falando de todas essas maravilhas, acho que ficou faltando mil coisas, tais como as chamadas para a oração que as mesquitas fazem várias vezes por dia, a culinária onde os doces merecem destaque especial, os Banhos turcos, os Derviches, o Karavan saray e as lendas de Nasradin, e muito mais. Foi, é e sempre será uma alegria recordar os momentos e os prazeres vividos na Turquia, mas... 

Apenas uma sugestão: Em viagem pela Turquia evite a correria, procure conhecer os pontos turísticos com calma e aproveite o máximo para mergulhar na riquíssima história do país: o tempo para conhecer Istambul, vai ser sempre insuficiente. 



E então?! Deliciaram-se? Eu viajei no Reino Encantado da Turquia... Obrigada, imensamente Alice, por essa oportunidade!!!


Alice Fernandes
60 anos
"Saci"óloga (observadora de Sacis)
Administradora
Rio de Janeiro



terça-feira, 5 de maio de 2015

Turquia - Parte III

Sessão: Amigos
Posted by Alice Fernandes 

Um Sonho! 


Continuando nossa viagem sobre a Turquia.


PÉRGAMO - Fundada na época helenística, Pérgamo foi uma importante cidade da antiga Grécia, localizada na Anatólia, onde agora está localizada a moderna cidade turca de Bergama.
Em Pérgamo havia uma biblioteca que se afirmava abrigar aproximadamente 200 000 volumes, segundo os escritos de Plutarco. Em tamanho, a Biblioteca de Pérgamo perdia em importância apenas para a famosa biblioteca de Alexandria
À cidade de Pérgamo é creditada a origem do pergaminho.
Nos arredores de Bergama (ou Pérgamo), é importante conhecer as ruínas do Asklépion de Pérgamo, grande centro médico da Antiguidade e templo do deus da medicina, Asclépio (Esculápio), em cujo centro há uma fonte que era considerada sagrada cuja água tinha fama de milagrosa. 



Cavalo de Tróia

TRÓIA: Atravessamos o estreito de Dardanelos em balsa até Lapseki, já no continente asiático, para conhecer o Parque Histórico Nacional de Tróia (cidade reerguida por 9 vezes) e as ruínas dessa cidade imortalizada por Homero, palco da famosa guerra cantada na Ilíada  e onde a história e mito se misturam helenicamente. 


Istambul

Deixei para falar de ISTAMBUL no final deste texto porque após o “tour” pelo interior do país, decidimos ficar mais 10 dias na cidade de Istambul para conhecê-la melhor. Afinal, em terra de “Mil e uma noites” existem mil lugares para visitar:


Istambul

Istambul - Antiga Bizâncio e Constantinopla é a maior cidade da Turquia, a quinta maior do mundo e a mais populosa da Europa, com cerca de 15 milhões de habitantes na sua área metropolitana.  A grande maioria da população é muçulmana, mas também há um grande número de laicos e uma minoria de cristãos e judeus.


Museu Santa Sofia

Localização: O Estreito de Bósforo separa o lado asiático, predominantemente residencial, do lado europeu de Istambul. O lado europeu, por sua vez, é dividido pelo braço de mar chamado Chifre de Ouro. Ao sul, fica o distrito dos Bazares e o bairro antigo e turístico de Sultanahmet. Ao norte, Beyoglu (bei-ô-lú) e Taksim, a parte mais moderna e centro financeiro da cidade.


Museu Santa Sofia


Museu Santa Sofia (o Templo da Sabedoria Divina - Hagia Sophia), é o monumento arquitetônico mais famoso de Istambul e uma das construções mais extraordinárias jamais criadas pelo gênio humano, originalmente construída como igreja, foi posteriormente utilizada como mesquita e hoje funciona como museu – fica no bairro de Sultanahmet e foi construído entre 532 e 537.


Basílica Cisterna


Mesquita do Sultão Ahmet, mais conhecida no exterior como “Mesquita Azul” pela cor predominante das dezenas de milhares de azulejos de Iznik que ornam seu interior. 


Basílica Cisterna


O Antigo hipódromo, local de grandes acontecimentos na vida da Constantinopla bizantina e otomana, hoje praça principal do centro histórico, que ainda conserva em seu lugar original dois obeliscos de pedra e os restos de uma coluna de bronze da Antiguidade.



Basílica Cisterna


Basílica Cisterna (Yerebatan Saray Sarniçi) - Construída em poucos meses, no ano 532, utilizando 336 colunas romanas procedentes de templos pagãos da Anatólia. A cisterna foi construída para evitar a vulnerabilidade que significava para a cidade que na hipótese de eventual ataque inimigo fosse destruído o Aqueduto de Valente.

A cisterna foi usada como cenário para o filme de James Bond, em From Russia with Love e na abertura e cenários da novela “Salve Jorge”.




No próximo, e último post, iremos falar de Palácios e Mercado de Especiarias. Hmmm. Até lá!!!








Alice Fernandes
60 anos
"Saci"óloga (observadora de Sacis)
Administradora
Rio de Janeiro



segunda-feira, 4 de maio de 2015

Turquia - Parte II

Sessão: Amigos
Posted by Alice Fernandes

Um Sonho!


Olá leitores, bom dia!

Hoje continuaremos conforme prometido falando  sobre Éfeso, Biblioteca de Celso, a Casa de Virgem Maria, Pamukkale e Hierápolis.
Vamos começar?!

Biblioteca de Celso


ÉFESO: Éfeso é um dos lugares mais visitados de toda a Turquia e uma das cidades clássicas mais bem conservadas do mundo. As ruínas de Éfeso, antiga cidade grega que na época romana se transformou numa grande metrópole mediterrânea, com 250 mil habitantes no século I, capital da província romana da Ásia, onde ficam as ruínas e a Biblioteca de Celso.


Grande parte da fama e da riqueza de Éfeso deve-se ao seu movimentadíssimo porto (hoje mais de 8 km distante do mar em decorrência do assoreamento do rio Meandro) e ao monumental templo de Ártemis, uma das sete maravilhas do mundo antigo, destruído em 401 por uma multidão liderada por São João Crisóstomo.


Casa da Virgem Maria



Há 10 Km de Éfeso, vale a pena conhecer a Casa da Virgem Maria no Monte Koressos (Bülbül Dag1 ), onde, segundo a tradição católica, a mãe de Jesus terminou seus dias na Terra. Sua localização foi descrita no início do século XIX por Katharina Emmerich, uma freira alemã que nunca saiu da sua região natal, mas recebeu a revelação através de visões que tinha em sonhos. Devido à falta de evidências científicas que a comprovem, a Igreja Católica nunca se pronunciou oficialmente a favor nem contra a autenticidade do lugar, mas favorece e estimula a peregrinação ao local, que foi elevado à categoria de Lugar Santo pelo papa Pio XII em 1951. Restaurada e transformada em capela, a Casa da Virgem Maria é lugar de peregrinação de católicos e muçulmanos, que também têm grande devoção pela mãe daquele a quem consideram o profeta islâmico Isa (Jesus Cristo).


Pamukkale

Pamukkale (Castelos de Algodão) e Hierápolis - mundialmente conhecida pelas ruínas de Hierápolis e pelas piscinas brancas e brilhantes, na forma de lavatórios semi-circulares, de vários tamanhos, que se encontram em forma de cascata. Quando as águas termais emergem e a pressão deixa de ser tão elevada, o carbonato de cálcio decai, formando gradualmente as formações rochosas que compõe a paisagem deslumbrante.



Pamukkale

 No passado acreditava-se que a qualidade das águas tinham poderes de cura e isso fez com que a cidade se tornasse incrivelmente popular. Durante o período Romano, a cidade atingiu o seu auge de desenvolvimento graças às fontes termais.



Hierápolis

Hierapolis era o nome da antiga cidade que foi, possivelmente, fundada pelo rei de Pérgamo, e inclui o maior cemitério da antiga Anatólia, com mais de mil sepulturas. Sarcófagos, túmulos redondos e grandes recintos com vasos dentro delas, podem ser vistos entre os restos da antiga necrópole.



Hierápolis
 A cidade sofreu uma série de terremotos e foi reconstruída várias vezes. O imperador Nero a reconstruiu inteiramente no primeiro século DC.





Gostou?! Amanhã tem mais!!!!





Alice Fernandes
60 anos
"Saci"óloga   (observadora de Sacis)
Administradora
Rio de Janeiro